Selma Magalhães

 

Gratidão pelo aprendizado adquirido. Hoje sou professora de matemática graças a formação que tive nesta escola. Sou da época da Irmã Ana Luiza, a qual tinha formação em matemática. Gratidão por fazer parte da história desta Instituição.


Alzira Regina Ferreira

 

Estudei e trabalhei nesta instituição e agradeço por todos os momentos. Aprendi muito sendo aluna como profissional.
Desejo que continue sendo fonte de sabedoria para muitos.
Que Deus abençoe a todos!


José Mauro Dantas Figueiredo

 


Entrei no Pio XI em 1967... fiz o Jardim de Infância, pré primário, 1, 2, 3 e 4 anos! Saí pois fui fazer o exame de admissão para o Colégio Militar do Rio de Janeiro e lá segui carreira!
Saudades das irmãs Emiliana, Cecília, Carmelita...professoras Sueli, Teresa, Sônia...seu Manoel do transporte de ônibus...
Grande formação educacional, cívica, moral e espiritual.
Agradeço TODO o sucesso em minha vida escolar de ginásio e científico ao que aprendi no velho e bom Pio XI!!! Levei inclusive aos bancos das universidades que frequentei, lembrando a maneira ordeira e o modo simples do verdadeiro aprendizado.
Aos ex alunos, meus contemporâneos e aos novos alunos, sucesso em suas vidas estudantil e profissional!
Que Jesus os abençoe!

Carolina Velasco

 


Entrei no Pio XI em 1987 e saí em 1999, formada e muito bem formada. Uma instituição de ensino, rígida, completa e que me deu uma base escolar Maravilhosa. Lembro até hoje das regras, horários, estudos, feiras, olimpíadas, show de valores. Quem não lembra da Irmã Jussara? E a Irmã Maria? Só de ouvir o nome, arrepiava, rsrsrsrsrs. O Hino do Pio XI, sei até hoje e lembro perfeitamente das Coroações e orações na capela e gruta no mês de Maio, mês fez Maria. Saudades é o que define!!!!

Caio Andrade

 


Entrei no Pio XI no 6º ano em 2010 e terminei ano passado. Acho que parte de mim ainda não acreditar que não vou mais vivenciar toda aquela rotina, aquela cobrança, aquele ambiente. Sou grato em muitos sentidos por ter feito parte dessa instituição e espero um dia voltar fazendo parte do corpo docente e não mais discente.

Patricia Gonçalves

 


Minha vida foi numa só escola! dos 3 aos 18 anos.....agradeço tudo o que me foi ensinado....fiz minha primeira comunhão, fiz amigos para a vida toda, aprendi o valor do respeito e das boas ações, fiz teatro, dancei quadrilha nas festas juninas...saudades dos professores que marcaram minha vida e que hoje são inspiração quando entro em sala de aula. Obrigada por tudo..fecho os olhos e sinto o cheiro das salas, do recreio e da capela...estão na minh a memória e no meu coração para o resto da minha vida.

Maria José Gomes de Castro

 


GRATIDÃO, SAUDADES,AMIGOS,MELHOR FASE DE MINHA VIDA! Estas são definições de alguém que durante 33 anos foi acolhida nesta Instituição a quem me dediquei de corpo e alma. Tenho muito a agradecer por ter feito parte desta FAMÍLIA ! Aqui formei minhas filhas e ganhei o sustento para minha FAMÍLIA. Muito Obrigada PIO XI ! Aqui fiz amigos,contribui para a formação de muitos adolescentes e com eles aprendi a respeitar as diferenças humanas. Quanto aprendizado ! Agradeço a todos que passaram em minha vida, pois deixaram em meu coração um pouco de si. Agradeço às Irmãs que sempre me acolheram tanto nos momentos felizes, quanto nos tristes. Não fui uma funcionária perfeita, mas fiz o melhor que podia e sabia. Desculpem minhas falhas! Tenho um imenso AMOR e GRATIDÃO por tudo que aí vivenciei! PARABÉNS pelos 80 anos ACOLHENDO, ASSISTINDO E EDUCANDO ! Que DEUS continue abençoando essa bela CAMINHADA ! Aceitem o meu CARINHO e minha GRATIDÃO !

Marina Aires

 

É com muitas saudades que eu falo dessa escola tão querida! Estudei no Pio Xi de 1992 a 2006. Excelentes professores, excelentes funcionários! Hoje eu leciono no CEDERJ e levo comigo a mesma doçura e dedicação com que todos eles me trataram ao longo dessa jornada. Muito grata ao Pio XI! Muita saudade e muito carinho pela escola!

Fabiana Tomé Pereira

 

Eu fiz parte dessa instituição e hoje tenho prazer pois minha filha também está estudando e fazendo parte dessa história .

Ivaldo Trigueiro

 


Muitas saudades do queridíssimo Pio XI. Estudei do Curso Admissão ao 2º ano Científico, quando me mudei coma família para João Pessoa. Atualmente, moro em Salvador.
Muitas e muitas lembranças boas do meu eterno colégio. Lembro-me de muitos: Ricardo Brito, Marcelo Marques, Miguel Germano, Saulo Cinzeiros Roosvelt, João Moura Belga Stendmiller,Renate Eurípedes, entre tantos outros.
Saudades do meu eterno colégio.

Luiz Roberto Lucio Soares

 


Fiz o pré-primário no ano de 1965; bom rever o Instituto e constatar o progresso do que já era muito bom naquela época.
Saudações a todos!

Aylson Manuel

 

Estudei no Instituto Pio XI de 1977 a 1981; muitas saudades e bons tempos, além de ensinamentos que até hoje levo na vida.
Tenho excelentes lembranças desse tempo: dos colegas de turma, dos colegas do ônibus escolar, enfim doces tempos.
Hoje sou Advogado e Professor de História e tento passar para os meus alunos um pouco dos ensinamentos que tive, no Pio XI, para a vida deles.
Estou muito feliz por minha filha hoje estudar nessa escola.

Carlos Cesar Cappella

 

Estudei no Instituto Pio XI da 5ª à 8ªsérie, atual 9ºano. Hoje, tenho o maior orgulho de dizer que fui aluno desse colégio e que as melhores recordações que tenho da infância e da adolescência são dessa época.
Hoje sou Economista, e toda base que tive agradeço ao Instituto Pio XI. Gostaria de deixar o meu muito obrigado por essa base e pelo ensinamento que a escola me deu.
Abraço a todos!

 

Mauro S. Assis

 

Fui matriculado no Instituto Pio XI no primeiro ano Primário, em 1945, com 5 anos incompletos. Por esse motivo, cursei, duas vezes o segundo ano: em 1946, o segundo ano atrasado, e em 1947, o adiantado.
Terminei o 5º ano em 1950, quando fui aluno da Profa. Francelina Quito.
Fiz o Curso Secundário em outro colégio, pois pelo que me lembro, na época, o Pio XI oferecia apenas o Curso Primário.
Formei-me em Engenharia na PUC-Rio, e atualmente estou aposentado como engenheiro e como professor universitário.
Guardo com orgulho todos os certificados que recebi com a assinatura da Profa. Francelina Quito.
Foi muito bom relembrar tudo isto.

Mara Malheiros de Oliveira

 

Amo o instituto Pio XI até hoje; estudei desde 71. Fui atleta e competia pela escola como goleira de handball, vôlei e atletismo.  Em 1980, na oitava série, foi demais; meus treinadores eram os professores Sérgio e Zé Carlos. Essa escola marcou profundamente a minha vida para sempre!!!!!

Jonathan Capella Motassole

 

Lembro-me, com muita saudade, dos bons tempos de escola que não voltam mais, mas que tentarei reviver um pouco.
A escola é uma família que formamos ao longo da vida, pois durante esse tempo, convivemos muito com nossos professores, colegas, entre outros. Saudades boas de tudo o que vivi nesse tão querido colégio. Emoções vivenciadas, coisas feitas (certas ou erradas), mas que me ajudaram a crescer como pessoa. Saudades de quem conheci e dos amigos que formei; levo-os, até hoje, dentro do coração. Minha vida de estudante foi toda aí, de 1993 a 2006.
Casei-me em 2013; ainda não tenho filhos e sou sargento da Marinha do Brasil. Grande parte do que sou, devo ao Pio XI. Quando fiz o concurso para a Marinha, em 2006, passei graças à base dessa escola. Portanto, o que sou hoje devo aos ensinamentos didáticos desse colégio.      Meus irmãos também estudaram aí, e hoje são meus sobrinhos que estudam. Futuramente, serão meus filhos.
Um grande beijo e um forte abraço a todos. Ah, aproveitem esse período de escola, pois é a melhor etapa da vida.

Sandra Helena Cabral

 

O Pio XI foi a minha iniciação na vida acadêmica, aos 6 (seis) anos de idade, no Jardim de Infância, em 1968.
Tive a oportunidade, dada por meu pai, Luiz Cabral, de adquirir, nesse Estabelecimento de Ensino, uma formação cidadã, com bases moral e ética, pois os ensinamentos de amor ao próximo, o respeito ao mestre Jesus foram muito sólidos em minha formação e no desenvolvimento de minha personalidade.
Tive a honra de conviver com as Irmãs Carmelita, Humbertina, Nazareth, Emiliana, (a nossa Diretora à época); professoras Sônia, Tereza; a queridíssima Ermínia e seu Manoel, motorista do ônibus escolar, além de tantas outras pessoas... O Padre João de Barros foi quem realizou a minha 1ª Comunhão.
Hoje sou formada em Direito, Pós-Graduada em Responsabilidade Civil e Direito do Consumidor, Jornalista e Professora.
Atualmente, Curso Pós em Direito Especial da Criança e do Adolescente, na UERJ.
Certa de que o sonho não pode parar e de que a vida é um eterno seguir em frente, deixo aqui todo o meu carinho e respeito aos professores, diretoras, pais e alunos dessa magnífica Instituição de Ensino.
Que Deus, Pai todo bondade e justiça, proteja a todos nós nesta jornada terrena.

Beijo no coração de todos.

Dacio Ribeiro de Monaco

 

Muitas saudades do meu tempo no Pio XI; queria muito rever velhos amigos.
Um forte abraço a todos os que fizeram parte da Família Pio XI.

Christianne Nunes

 

O Pio XI é a escola da minha vida, na qual estudei de 1974 a 1982; só saí porque queria ser professora e precisava fazer o Curso Normal. Depois retornei, fazendo estágio.
Falar do Pio XI, primeiramente, vem-me logo à lembrança a querida Irmã, que marcou muito a minha vida. Até hoje tenho vontade de vê-la.
Outras lembranças fortes: a Tia Gracinha, com quem trabalhei numa escola, sendo ela minha Orientadora; Professor Arthur, de História; ainda me recordo da oração que ele fazia antes de iniciar a aula; Elenice, de Geografia, apesar de não conseguir enxergar tantas coisas que ela via no atlas, material de consulta em todas as provas.
Ainda moro perto da escola e me emociono quando entro para votar.
Amo o Pio XI.

Ivan Antunes de Abreu

 

Foi com grande alegria que eu, dia 26/10/2013, vi no Jornal EXTRA, no Caderno Zona Norte, a notícia de que o Instituto Pio XI fez 76 anos; por sinal, a minha idade.
Estudei nesse Instituto nas décadas de 40 a 50; lembro-me do Padre Barros, que era o Diretor; da Secretária Maria Adélia Gonçalves de Barros e da querida professora Dª  Francelina O Quito.
Então, revi meu diploma dessa Instituição, na qual fiz o primário e,  por ter estudado nessa  escola católica, fiz minha Primeira Comunhão  na Igreja Nossa Senhora das Mercês.
Com meu curso, pude fazer prova para uma escola técnica da Marinha, e o que me valeu para concluir meus estudos foi aprendido, sobretudo, no querido Pio XI.
Formei-me;  e,  já como uma  profissão, prestei concurso para a Petrobras, empresa na qual trabalhei até me aposentar, em  1987. 
E digo com muito orgulho que tudo começou no Instituto Pio XI.  Por isso, hoje renasci com essa notícia; aproveito pra dar os meus parabéns a todos.

Obrigado, Instituto Pio XI.

Celso Ventura

 

Estudei no Pio XI, do jardim da infância até 1979. Procuro colegas desse tempo; hoje sou artista plástico graças às aulas e o incentivo de Dona Emília (professora de artes), que um dia profetizou isso e me ensinou o amor pela arte.
Posso ser achado facilmente no Facebook como Celso Ventura.
Boa sorte a todos!

Luiz Paulo Vidal Rocha

 

Os nomes das Irmãs Sandra, Cândida, Marcelina, Cecília e Lílian são marcas indeléveis em minha formação e se tornaram doces lembranças de uma época. Ali, entre 1963 e 1967, aprendi o prazer do estudo. Depois, segui para o Colégio São Bento e, mais tarde, para a Faculdade de Ciências Médicas da UERJ.

Obrigado, Instituto Pio XI.

Cibele Queiroz

 

Estudei no Instituto Pio XI, de 1981 a 1983, quando mudei de colégio. Lembro-me, com muita saudade, daquela época porque vivi momentos especiais. O que mais recordo são as aulas de Biologia, do Professor Galvão; do Professor Adalício, de Química e da querida professora de Geografia, Elenice; quem estudou com ela, certamente recordará que ela colocava a cadeira em cima da mesa em dia de prova.
Lembro-me, também, da Irmã Ana Luísa, sempre verificando o comprimento de nossas saias e checando a carteirinha na hora da entrada e da Irmã Laurita; quantas saudades! Jamais me esquecerei dessa escola, que teve papel fundamental em minha formação.
Formei-me em Direito pela PUC-MG e hoje dou aulas de inglês. Só quem passou por essa experiência vai entender minhas palavras.

Sucesso aos novos alunos e um forte abraço a todos os que fizeram parte dessa história.

Elizabeth Affonso

 

Estudei no Pio XI, no tempo das irmãs Cândida, Marcelina e Ângela. Faz muito tempo. A casa era pequena, mas o pavilhão das Irmãs já existia. Passava minhas tardes lá e as via fazendo as hóstias para a Igreja de Nossa Senhora das Mercês. Eu sempre fui a primeira aluna da turma, e até hoje tenho as fitas e medalhas conquistadas no Pio XI. Quanta saudade!

Mariana Lobo Castro

 

Guardo com carinho os tempos de Instituto Pio XI e muitas histórias boas para contar: as eleições para o grêmio estudantil, as provas de corrida, o uniforme impecável, a troca de papéis de carta, os passeios ao Vale do Ipê, o Coral de alunos, as orações matinais, a professora Helenice. Vivi momentos muito felizes nessa escola, e até hoje carrego os ensinamentos adquiridos aí, procurando transmiti-los aos meus alunos. Um abraço a todos.

Everilson Silva Salgado

 

Com grata surpresa, encontrei, assim como aos depoimentos postados, o site do Instituo Pio XI. Convenientemente, esse espaçopara os ex-alunos também surge como uma ótima oportunidadepara externarmos o reconhecimentodo trabalhofeitopor esse colégioem nossas vidas. Do jardim à 4ª série, fiz parte dessa família (confesso), com uma cabecinha voltada mais à diversão do que ao estudo propriamente dito. Ao sair, notei o quanto o processo educacional do colégio era diferenciado, fato que começou a abrir meus olhos para a vida. Não me recordo de nomes, exceto do da Irmã Luiza  e seiquedei trabalho às queridas freirinhas. Hoje resido em Pernambuco, sou casado, tenho 35 anos esou Perito da Polícia Científica do supracitado estado. Seiquão importante foi esse colégio em minha vida, não só como complemento na formação do caráter, como também na iniciação religiosa. Gostava muito das festinhas juninas, definidas por mim, na época, como “o maior barato”.
Um abraço a todos.

Maria Fatima Semedo

 

Que surpresa misturada com saudades, ao ver a escola em que estudei desde 73, ingressando na primeira série, até entrar na universidade, em 84. Fiz grandes amizades, nos onze anos que aí, estudei. Lembro-me, com saudades, da Irmã Emiliana, Irmã Maria Luiza, professores Mara, Galvão, d. Ele Nice. Fico FELIZ por meu sobrinho, que hoje é aluno dessa escola.  Sou publicitária e jornalista e moro em NY desde 2001. Desejo a todos os que fazem e fizeram parte da família Pio XI muitas felicidades e sucesso.

Marcelo Santoro

 

Fiquei muito comovido por ter encontrado esse site. Estudei no Pio XI do Jardim até a 8ª série, atual 9 º ano.  No momento, moro em Londres e sou formado em Psicanálise / Psicoterapia Freudiana & Eclética.

Gustavo Bramili

 

Com que alegria, hoje, sem querer, vim parar aqui nesse mural. Alegria maior ainda foi ler depoimentos de antigos colegas, primos e filhos dos primos. É, envelhecemos. Hoje, aos 43 anos, lembro-me, com muita, muita saudade, do tempo de Pio XI. Carrego comigo até hoje conceitos de vida básicos, sólidos e importantes que aprendi nessa escola, e eu os ensino, também, aos meus filhos.  No Pio XI, fiz amigos para sempre; na festa dos meus 40 anos, estiveram presentes amigos que conheci com 10, 11 anos de idade, além de professores, como a Mara e o Sérgio, ao qual devo muitos de meus aprendizados de luta, superação, resiliência e persistência em busca de vitórias. E essas, com as camisas do Pio XI, são incontáveis. Fiz parte das equipes de handball e  de atletismo (salto em distância); sou de uma geração de atletas vitoriosa, lembrada até hoje nos encontros de ex-alunos, que escreveu seu nome na história do colégio e levou pela cidade do Rio de Janeiro, nos anos 80, o nome da escola aos lugares mais altos dos pódios.  São intermináveis as boas lembranças: Sr. Geraldo do ônibus; seu Zé e Dona Sueli, que tantos lanches nos preparavam;  as aulas de esforço; o pré- vestibular à tarde na escola;  as aulas de matemática da Irmã Ana Luiza, “diretora mão de ferro” da escola; os professores Adalício, Galvão e Dona Elenice; Irmã Laurita em português; Tião da matemática. São muitas histórias. Quantos namoros surgiram aí; até minha esposa, aquela com a qual escolhi viver pra sempre, foi aluna do Pio XI. Ou seja, devo muito a essa escola. Estudei de 1976 a 1986, quando saí para a UERJ, onde fiz Ciências Contábeis. Hoje, estou Auditor Geral da Prefeitura do RJ e devo ao Pio XI os alicerces dos caminhos que me trouxeram até aqui. Orgulhoso de fazer parte dessa família, deixo um beijo e meu eterno e profundo agradecimento a todos os que fizeram e fazem do Pio XI essa grande escola de vida.

Érica Leal

 

Entrei no Pio XI em 1982 e saí em 1987. Participei do Coral infantil da Irmã Jussara, da qual sinto muitas saudades! Tenho ótimas recordações do colégio, do ônibus de plaqueta cinza do Sr. Geraldo e D. Conceição; eles chegavam à minha casa às 5h50min para buscarem a mim e à minha irmã Débora. Nossa, era muito cedo! Ai, que saudades. Hoje sou cirurgiã dentista, casada e tenho um filho de cinco anos. Nunca me esquecerei dos anos que passei aí!

Andreia Figueiredo

 

Muitas saudades e beijinhos a todos!

Alex Deluiz Santos

 

Em 82, aos 10 anos, entrei para essa escola especial, a qual alguns alunos chamavam de chata. Saí em 1988, para estudar no instituto Guanabara, da rede Miguel Couto. Hoje vejo que o Pio XI foi minha escola de base, permitindo-me passar para a UFRJ, na época do vestibular unificado. Depois laguei a engenharia na UFRJ e passei para a PUC,  para estudar informática. Hoje sou empresário do ramo de TI ,mas me lembro do Pio XI nas cobranças da escola dos meus filhos, o colégio Santo Agostinho. A diferença entre ele e o Pio XI é que aquele é uma escola mais famosa . Por isso, viva o suburbio, vivam os professores Elenice (geografia), Galvão (Bilogia), Gelson (Quimica), Jorge (fisica), a Irmã Marina (religião),  a professora Helena Maria (ciências), mãe da minha amiga de sala, além dos professores Ana Paula e Zė Carlos, de educação física, além de tantos outros que minha memória insiste em esquecer temporariamente, mas que meu inconsciente não esquece, assim como todos meus amigos de escola, que indiretamente ajudaram na minha formação. Meu hulmide muito obrigado a todos.

Alexandre Roberto de Oliveira

 

Estudei no Instituto Pio XI de 1966 a 1970 e posso garantir que foram anos inesquecíveis. Lembro-me, com carinho, da Madre Superiora, Irmã Emiliana, das Irmãs Fatima, Humbertina, Carmelita e da Irmã Cecilia, que era  craque no piano e no acordeon. Lembro-me,  com saudades, das festas juninas, das missas de domingo, do canil e de uma goiabeira na qual havia deliciosos frutos. Lembro-me, também,  do pátio ainda sem calçamento e cobertura. Nossa, que tempos bons foram aqueles. Agradeço às Irmãs pela base que recebi, não só na parte educacional, com também nos conceitos que nortearam minha formação.

Que Deus abençoe a todas vocês.
alexandre_oliveira@extracola.com.br

Andreia Amorim

 

Creio que entrei no Pio XI em 1975 e saí em 1982, na antiga 8ª série, indo  estudar no Miguel Couto. Lembro-me de tantos colegas, como o Júlio, que ainda vejo; a Ana Cristina; a Claudinha; a Julia; a Rogéria; a Tânia; a Fernanda. Saudades da Irmã Mara, que fazia aulas de piano comigo, da Irmã Ana Luiza , entre outras.
Eu só tenho a agradecer por ter tido a oportunidade de estudar com professores maravilhosos: Lucia, Tânia, Helena, Arthur, Sergio e Mara, além de tantos outros que contribuíram muito para a minha formação.
Tenho 44 anos, sou formada em Letras pela UERJ e em Direito pela UNISUAM.
Todos os meus princípios, que fazem parte da minha formação como profissional e como pessoa, foram solidificados no Pio XI.
Nossa, é muita saudade!!!!
Beijos no coração de todos.

Andréa Carla Oliveira Gomes

 

As melhores recordações que tenho da infância e da adolescência estão ligadas ao tempo em que estudei no Pio XI.
Cursei da 5ª série ao 3º ano do científico, saindo aos 18 anos, em 1986, diretamente para a Faculdade de Medicina de Valença.
Fiz parte do time de handball feminino, participando de vários campeonatos estudantis.
Hoje sou ginecologista e obstetra.
Saudades eternas dos colegas, dos mestres e de todas as Irmãs.

Tamy Caldas

 

Nossa, que saudade!!! Foram tantas as lembranças boas nesses corredores. Agradeço às irmãs Beneditinas por terem participado na formação do meu caráter e personalidade: Irmãs Penha, Ondina, Albertina, Maria, Jussara... Todas tão severas e tão amáveis ao mesmo tempo. Meus professores Geneci , Augusto, Denise, José Carlos, Eduardo, Júlio, Abílio, e tantos outros que habitam as melhores recordações de minha vida. E meus amigos? Hoje tão distantes, mas ao mesmo tempo tão presentes em minha vida virtual. Muito bom poder visitar esta página e ficar na saudade!

Eny Maria Souza

 

Tenho 46 anos e boas recordações da minha infância no Pio XI.  Estudei de 1972 a 1985. Saí para a escola normal, trabalhei como professora e depois casei e fui morar na Espanha. Estou aqui há 20 anos, trabalhando no ramo de hotelaria.

Beijos.

Alexandre Bramili Percegoni

 

Fiz recentemente 46 anos e garanto que tenho doces lembranças do tempo em que aí estudei, de 1976 até 1982, saindo para fazer medicina na UERJ. Fui atleta do salto em distância, com o professor Eduardo, e de basquete, com o professor José Carlos. Devo minha religiosidade e condicionamento físico ao Pio XI. Amava até as broncas dadas. Saudades das aulas de química, com o professor Adalício, que hoje é meu paciente. Enfim, lembro-me de vários ótimos momentos.

Mariana Pepe Percegoni

 

Estudei no Pio XI de 1996 até 2007. Quase toda a minha família estudou lá, também: minha irmã, meus primos, meu pai, meus tios, os primos do meu pai.
Nessa escola, fiz muitos amigos, conheci diversas pessoas, levei bastantes broncas, tirei muitas notas boas e algumas ruins; participei de concursos de dança e de festas juninas; discordei de alguns professores e amei muitos deles; quase repeti o ano; fui ao SOE; fiz texto para o site do colégio; fiz bagunça em sala de aula; fui encaminhada à farmacinha; torci o pé na educação física; aprendi a ler e a escrever; fiquei devendo dinheiro pro Seu Zé (e paguei, claro); levei ocorrência; minha mãe foi chamada ao colégio; pedi pra ir ao banheiro só pra passar pela sala dos amigos e daquele menino amado pra dar aquele tchauzinho; tirei fotos; aprendi muitas matérias legais e outras de que não gostava; convivi com professores maravilhosos e outros nem tanto assim; formei meu caráter e a pessoa que sou; aprendi a ajudar o próximo, bem como  os valores da vida. Sem dúvida alguma, vivi experiências maravilhosas nesse colégio.
Nossa, o Pio XI era praticamente a minha segunda casa, minha segunda família. Muitas coisas eu vivi dentro desse colégio, as quais ficarão gravadas pra sempre em minha memória e em meu coração. Levarei sempre comigo cada pessoa especial que conheci em todos esses anos os quais  estive no Pio XI, bem como guardei cada lugar, cada momento, cada suspiro desse colégio. Se eu pudesse, guardaria tudo isso dentro de um cofrinho, trancado a sete chaves.
Enfim, nunca me esquecerei, um segundo sequer, de tudo e de todos. Contarei todas as histórias que vivi entre essas paredes pros meus filhos e netos, e eles vão escutar e pensar "ela realmente foi feliz, brincou, estudou e fez amigos”.
Obrigada por tudo, família Pio XI! Um grande e forte abraço a todos.

Amanda Lessa

 

Entrei no colégio este ano, e, com dois dias de aula, já estou amando.

André Thiago Feijó Pinto

 

Como é bom relembrar os tempos de escola. Estudei no Pio XI de 1995 até 2005, fazendo, assim, do Jardim I até a 8ª Série. Lembro-me dos ótimos professores que tive: Erenice de Matemática (a melhor professora que eu tive até hoje); Fátima e Júlio de História; Fatinha e Orlando de Geografia; Aníbal de Ciências; Helena em Química; seu Alex em Física; Isilda de Português; Flávia de Inglês; Marli em Sociologia...
Foram excelentes profissionais que marcaram minha fase e contribuíram bastante no meu crescimento. Sou do tempo da Irmã Albertina e, depois, da atual Diretora, Irmã Salute.
Lembro-me, com muito carinho, da Irmã Elisabeth; a Irmã Andréia também era ótima. E o Cláudio,inspetor, figura rara; uma pessoa que  se entrega tanto ao trabalho e um ótimo ser humano. Seu Zé e dona Suely da cantina, que saudades de todos. Também tinha amizade com algumas funcionárias da limpeza, que eram bem bacanas.
Apesar de todo o rigor que o colégio aplica, tenho consciência de que muitas coisas foram necessárias à minha educação atual.
Saí do Pio XI e me formei em Técnico de Telecomunicações; trabalho hoje como Operador de Satélites em uma multinacional. Curso, atualmente, Engenharia de Telecomunicações, e assim vou vivendo, lembrando, sempre, minha origem estudantil: o Instituto Pio XI, "Baluarte da Cultura e do Dever".

José Feitosa

 

Ingressei no Pio XI no Jardim de Infância, em 1969 e saí diretamente para a UFRJ, onde cursei Astronomia, em 1983; ou seja, nunca estudei em outra escola.
Em minha época, não existia, ainda, o supermercado, e a escola era um pequeno prédio de dois andares, se me recordo bem.
Cresci com a escola; minha turma foi uma das primeiras do primário/ginásio (Ensino Fundamental) e uma das primeiras do científico (Ensino Médio).
Tive grandes amigos que me acompanharam durante toda a trajetória escolar, além de ótimos professores, tendo, ainda, sido orientado e ajudado por outros funcionários e pelas Irmãs. Posso citar como professores a Helenice, de Geografia; o Galvão, de Biologia; o Zé Carlos, o Eduardo e a Mara, de Educação Física; o Adalício, de Química; o Joel, de Matemática; a Irmã Laurita, de Português, e a Fátima, que, se não me engano, lecionava Inglês.  Eu poderia citar muitos outros professores, mas não me lembro, agora, do nome deles.
Agradeço, ainda, à pedagoga Maria José e às antigas Diretoras, Irmã Emiliana, Irmã Irma e a minha grande mentora nas ciências exatas, a Irmã Analuiza.
Sou muito grato a essa Instituição porque ela contribuiu, e muito, para eu me tornar um homem digno.

Obrigado.

Cláudia Lúcia Gomes Andre

 

Estudei no Pio XI entre 1964 e 1967 e guardo muitas lembranças boas e lindas dessa época.  Recordo-me, bastante, das Irmãs Bernadete e Carolina; dos ônibus azuis; dos senhores Alberto, Cícero e Manuel. Aliás, eu a filha do senhor Alberto éramos as últimas a sair do ônibus.
Gostaria muito de ainda ter algumas fotos, mas foram perdidas; se as Irmãs as conseguirem em arquivos dessa época, adoraria obter esse material.
Não posso deixar de citar uma pessoa da minha turma, de cujo nome me lembro:
Regina Muglia Ferreira.

Que Deus abençoe a todos.

Denise Oliveira de Brito

 

Lembro-me do meu primeiro dia de aula como se fosse hoje; foi em março de 1973, e minha primeira professora foi a Tia Margarida. Cresci com a escola; meu último dia de aula foi de muita tristeza, em dezembro de1984. Da escola, fui diretamente para a faculdade de Medicina.
Hoje tenho dois filhos; o mais velho concluiu o Ensino Médio no Pio XI e sente a mesma saudade que eu.
Com alegria, o mais novo iniciará suas aulas no dia 30 de janeiro, e vivenciarei, através dele, aquele dia de março de 1973.

Leandro Faria de Castro Fidelis

 

Boa noite! Eu estudei no Pio XI de 1985 a 1987; lembro-me, perfeitamente, das Irmãs Ondina, Odir e Gema Venturini, a Diretora. Em 1987, fiz a primeira série primária, da qual eu guardo o maior número de informações na memória.
Procuro por dois vizinhos que eram de turmas diferentes: Renata Estrela e Oscar.
Abraços.

Jonathan Capella Motassole

 

Lembro-me, com muita saudade, dos bons tempos de escola que não voltam mais, mas que nós tentaremos reviver um pouco, através dos nossos filhos. A escola é uma família que formamos ao longo da vida, pois durante esse tempo, convivemos muito  com nossos professores, colegas, etc. Saudades boas de tudo o que vivi nesse tão querido colégio. Emoções vivenciadas,  coisas feitas (certas ou erradas), mas que me ajudaram a crescer como pessoa. Saudades de quem conheci e dos amigos que formei; levo-os até hoje dentro do coração. Minha vida de estudante foi toda aí, de 1993 a 2006. Hoje, sou noivo (casarei daqui a 6 meses); ainda não tenho filhos e sou sargento da Marinha do Brasil. Grande parte do que sou, devo ao Pio XI. Quando fiz o concurso para  a Marinha, em 2006, passei graças à base do Pio XI. Portanto, o que sou hoje, devo aos ensinamentos didáticos desse colégio. Um grande beijo e um forte abraço a todos.

Ivo Andrade

 

Lembro-me, sempre, com muitas saudades, dos anos que passei no Pio XI, dos amigos que fiz, de tudo o que vivi dentro da escola; do Handebol, que foi muito marcante na minha vida, dos jogos  e das viagens.
A  família que formei tem laços com o Pio XI, pois conheci minha esposa, Fabiane Queiroz, aí.
Um grande abraço a todos os ex-alunos.
Esse colégio foi um grande marco em nossas vidas.

Alessandra Almada Pires

 

Entrei no Pio XI em 1982, e minha vida escolar foi toda nesse maravilhoso colégio. Foram momentos inesquecíveis de aprendizado e muito esforço. Agradeço ao Pio XI a base sólida de conhecimentos e por me ensinar tantos conceitos importantes para a vida. Beijos a todas as Irmãs, Professores, demais Profissionais e Amigos. Todos vocês fazem parte da minha história.

Luiza Ribeiro

 

Estudei no Pio XI de 1963 a 1970; desse colégio, guardo doces lembranças: o carinho e firmeza das freiras, em especial da Irmã Cecília. Eu ainda a tenho na memória,  com seu hábito. No Pio XI, adquiri excelente formação e segurança para a vida; saí por não haver, na época, o 2° grau. Não vi espaço para fotos aqui; tenho algumas da época.

Um abraço a todos ex e atuais alunos.

Ana Paula Ferreira Ribeiro

 

Que maravilha poder relembrar o meu tempo de Instituto Pio XI! Que época marcante em que buscávamos o nosso amadurecimento profissional e pessoal. Como aprendi nesta Instituição, além das grandes lembranças dos amigos (Cristiani Vidal, Chystiane Freire, Charles, Alexandre Amaral, Simone de Melo, Luciano Guimarães, Cintia Figueiredo, Nilo, Alexandre Tinoco, e muitos outros) que ficaram no coração.
Nossos amados professores, que muito nos ensinaram, como a Tia Gracinha, Tia Maria José, Tia Eliete, Tia Marli Edna, Tia Denise de Inglês (que criatura amada!), Tia Mara de Educação Física e nosso amado mestre, tio Sérgio (como adoro essa criatura!); ele me incentivou muito nos treinos de handball. Ah, como amava jogar Handball! Tenho ótimos momentos guardados no meu coração.
Saudades de você, Tio Sérgio!!! Sem contar a Professora Helena Maria, que me orgulhava com o seu amor à vocação que escolheu; além de ser minha professora, é, também, minha mãe, deixando sempre bem clara a importância do respeito e da honestidade naquilo que fazemos.
E as festas Juninas?  Eram tudo de bom! Gostaria muito de rever a galera da minha época de 1978 a 1987. Agradeço a esse colégio por todos os ensinamentos.
Um grande abraço a todos!
Ana Paula

Ricardo Augusto Tavares Santos

 

Alguns meses atrás, depois de ter postado minha primeira mensagem para a escola e para alguns amigos, pude perceber que, mesmo distantes (no meu caso, mais distante ainda, Pretória - África do Sul) e sem ter contato durante muito tempo, a amizade e o carinho deles permanecem em nossas mentes e em nossos corações.  
É muito bom ter contato com os amigos queridos de quem há muito não tinha notícias; eles postaram  mensagens após a minha!!! Gostaria de revê-los em breve, após o término da minha missão aqui, na África do Sul. Com certeza, vou visitar a escola; espero encontrar os professores antigos, hehehehe.
Celso, meu irmão, fortíssimo abraço para você e sua família; valeu pela lembrança (você comentou  sobre as Márcias e  sobre as festas juninas). Esqueci-me de falar sobre a Márcia Fernandes, bem como de comentar sobre outra amiga querida que ainda tem bastante contato com minha família: Gilda (grande beijo para você e sua família).
Agora vão outros nomes que reapareceram: Maristela, Tiane, Carlinha, Simone Duque.

Grande abraço em todos por aí no Brasil. Espero, também, reencontrá-los  no mural da Escola.

Arthur de Castro Costa

 

Nossa que saudades!! Estudei por muitos anos neste colégio. Por falta de maturidade, perdi muitas oportunidades. Mas quando mudei de escola, percebi o quanto o Pio XI era bom; tornei-me aluno dedicado em outras escolas. Aí, o ensino é muito superior a qualquer outra instituição.
Entrei no Pio XI no Jardim A e saí na 8º série.
Adoro esse colégio e, no ano que vem, minha filha estudará aí.
Um grande abraço a todos!
Arthur de Castro Costa
(arthurcosta@rcimoveis.com)

Danilo Percegoni

 

Estudei no Pio XI de 1995 até 2005, quando colcluí a 8ª serie e fui para outro colégio.
Foram 10 anos maravilhosos com muitas amizades que duram até hoje e um imenso carinho e amor pelo colégio que me ensinou a Viver.
Obrigado por tudo à Equipe do Instituto Pio XI!
Danilo Percegoni

Lando de Landa Neto

 

Lendo o Mural dos ex-alunos, pareceu que eu estava em 1980.
Estudei de 1980 a 1988 no Pio XI; porém, ao contrário de meus ex-colegas Celso, Francisco, Alex de Oliveira, Bianca Mattos, Ricardo Augusto (com certeza devo conhecer alguns deles), não me recordo dos nomes.
Um abraço a todos.

Leonardo Montenegro

 

Estudei no Pio XI da 1ª série (1976) até a 8ª (1984). Eu e meu irmão Otavio , que é um ano mais novo), estudamos na época das Irmãs Ana Luiza, Jussara e Emma.
Acho que na 3ª ou 4ª série fui da turma do Marcos Aurélio Kluck Lins, do Raimundo, do Marcos, do Júlio Cezar, da Lúcia, da Luiza Pimentel.
Na 6ª, fui da turma da Simone e da Ana Paula, do Newton, do Maurício, da Vanusa, da Andrea, da Teresinha Vollu.
Na 7ª , fui da turma da Rogéria, do Márcio Pisani, da Simone Monseff, do Carlos Gomes, do Gustavo.
Não me lembro dos sobrenomes, mas me lembro de todos, da escola, do Prof Sérgio, casado com a profª Mara, ambos de Educação Física, do Galvão, de Matematica ou Física. Voltava a casa de ônibus e acho que a minha plaqueta era Azul. :)
Hoje, moro na Califórnia, há 21 anos. Gostaria muito de reencontrar meus colegas de turma, saber como estão, o que fazem.
Estou no Facebook e gostaria, muito, de reatar contato com todos.
Abracos, Leonardo

Francisco

 

Estudei no Pio XI de 1975 a 1985. Foram 10 anos maravilhosos,  os quais me prepararam para a vida que teria pela frente.   Lembro-me, claramente, do Ricardo Augusto, Celso, Bianca, entre outros. Abraços a todos, mesmo que estejam tão distantes!

Celso Fiori

 

Estudei no Pio XI de 1979 a 1985 e foi muito bom para mim. Fiz grandes amizades na escola, como o Ricardo, o Fábio, o Luis Fernando, as Márcias e vários outros que me fogem à memória agora. Lembro-me da minha professora do terceiro ano, a "tia" Concetta, uma ótima professora que fez diferença na minha vida. Muito legal também eram as festas juninas; inesquecíveis. Saudades dessa época. A todos um grande abraço.

Alex de Oliveira Marques

 

O Pio XI sempre estará nos corações dos alunos que um dia fizeram parte dessa instituição. Estudei de 80 (jardim), até 91. Recordo-me das Tias Zumira, Gracinha, Regina, Margarida, Sônia. Mais tarde, no ginásio e no 2º grau da famosa prof. Elenice, Seu arthur, Tambasco, entre outros.  Lembranças das irmãs Marilsa, Salute, Gema, Clara.
Devo minha formação à minha famí­lia e ao Pio XI, pois vivi dos 5 aos 16 anos nessa minha segunda casa. Formei-me  formei em Direito na UFF e hoje sou Gerente Jurídico de uma grande empresa.

Abraços fraternos!

Bianca Mattos de Araújo

 

Não recordo, exatamente, o período em que estudei no Pio XI; porém, pelo relato de amigos relacionados pelo Ricardo Augusto, eles me parecem ser da minha época. Nossa,foram 10 anos de muitas felicidades!!!! Que saudade de uma época tão diferente da que nossos filhos vivem hoje. Eu fazia parte da equipe de Handebol com o nosso querido professor Sérgio. Recordo-me, com muito carinho, de vários amigos, como a Luiza Batuella, Andréia, Renata e Patrícia Pimentel, Jaqueline, Ivo, Alessandro, Walace, Fernando, Eduardo, Pedrinho, Pedrita; nossa Diretora, a Irmã Ana Luísa, a Irmã Jussara, Irmã Laurita, entre outros.  Estou muito feliz de poder estar aqui relatando um período tão marcante em minha vida. Um grande abraço a todos. Espero poder reencontrar todos os que estiveram comigo nessa fase.

Ricardo Augusto Tavares Santos

 

Estudei nessa escola maravilhosa de 1980 a 1985. Hoje, não sei por que, pela primeira vez após muitos anos, lembrei-me dos amigos e da escola. Finalmente, depois de achar o site dela, fui motivado a deixar essa mensagem, certamente por ler nomes conhecidos fazendo o mesmo: Profa. Concetta, minha primeira professora ,e Alexandre Lopes, durante todo o tempo, presente na minha turma e filho da querida Marli Edna. Lembro-me de muitos nomes importantes: Celso Fiore (meu irmão de coração), Fábio, Luís Fernando, Márcia Cavadas, Andréa Mergulhão, Alexandre Lopes, Jaqueline (casada com o Alexandre), Sandra, José Francisco, além das Irmãs Jussara, Faustina, Ana Luísa e Marina. Professores Eduardo do vôlei (eu fui capitão do time), Sérgio do Handebol, entre outros. Depois de tanto tempo, reencontrei todos nas minhas lembranças, mesmo aqui, na África do Sul. Tenho muito orgulho de ter feito parte do Pio XI; ele fez uma grande diferença na minha vida. Abraços em todos por aí!!!

Paula Vasques da Rocha

 

Entrei no Pio XI em 1986, no Jardim, e sai em 1999, quando conclui o 3º ano do Ensino Médio. Lembro-me, até hoje, da primeira vez em que entrei lá. Achei tudo tão grande, que fiquei com medo de me perder ali dentro sozinha, sem minha mãe. Minha vida escolar foi toda no Pio XI, e isso foi muito positivo para a minha vida como um todo. Fiz muitas amizades, que trago comigo até hoje; tenho muitas lembranças boas dessa época. E para minha formação profissional, foi fundamental, pois tive uma excelente educação de base. Em 2006, formei-me em Arquiteta Urbanista pela UFRJ. Hoje moro em Recife, Pernambuco.

Claudia Regina Brites

 

Estudei no Pio XI de 1969 a 1977 e, infelizmente, tive que mudar de escola porque lá ainda não havia o 2º grau. Digo infelizmente porque gostava muito da escola. Naquela época, a diretora era a Irmã Emiliana; havia, também, a Irmã Cecília, com seu acordeom. Lembro-me, ainda, da Irmã Leônia e da Irmã Humbertina, minha professora de geografia. Como professores leigos, lembro-me do Prof. Zilmar, de matemática e da professora Inês, de inglês. Também utilizava o transporte escolar; cada ônibus possuía crachá colorido (plaqueta vermelha, azul, verde , amarela), identificando o trajeto. O motorista do meu ônibus, de plaqueta azul, era o Sr Manoel. Como digo até hoje, o tempo em que estudei lá foi a melhor fase de escola que tive e de que sempre me recordo com saudades.

Marcos Machado Soares

 

Estava navegando na internet e entrei no site do Pio XI. Fiquei admirado com as mudanças através dos anos. Estudei na escola, se não me engano, entre 1965 e 1971. Lembro-me das Irmãs Emiliana, Carmelita, Marcelina e da Irmã Leônia, de quem gostava muito. Lembro-me, também, dos ônibus da escola dos irmãos Muniz, Manoel, Firmo e Alberto. Morava em Brás de Pina e era o primeiro a entrar no ônibus e o último a sair. São lembranças distantes e que dão saudades. Parabéns a todos da escola, que me parece muito bem estruturada e com instalações muito boas.
Um grande abraço a todos os ex e atuais alunos.

Louise Soares Freitas

 

Fui aluna do Instituto Pio XI de 1995 a 2004 e saí direto para a UFRJ onde cursei Pedagogia, de 2005 a 2009. Nesse período, continuei visitando a escola em dias de festa para matar as saudades; fui, nesse ínterim, estagiária da instituição. Com muito orgulho, fui acolhida como professora do Pio XI desde que me formei. Tenho hoje o prazer de conviver com meus ex-professores e transmito aos meus alunos tudo o que aprendi, com muito amor e carinho.
Obrigada por tudo, Pio XI! Parabéns pela equipe nota 1000!

Luciana de Oliveira

 

Estudei no Pio XI em 2010; minha professora representante foi a professora Sylei. Ela é uma ótima professora; ajudou-me bastante . Espero algum dia voltar ao Pio XI mais uma vez.
Um beijo grande para todos.

Leonardo Perrone Cravo

 

Fiz no Pio XI o ensino fundamental, de 1987 a 1994. O colégio me deu a base para passar no concurso para o ensino médio, na Escola Politécnica de Saúde de Joaquim Venâncio/Fiocruz.
Cursei direito; e atualmente faço arquivologia na UFF e sou funcionário do Banco do Brasil.
Foi bom encontrar o site do colégio por acaso e ver que a Irmã Salute está como diretora, além de ver em foto que o Seu Zé permanece na cantina.

Eduardo Gomes Rodrigues de Sousa

 

Estudei no Pio XI de 1986 a 1997. Minha primeira professora foi a Irmã Ledi, com a qual sempre mantive a amizade. Lembro-me de todos os anos que passei nessa escola, com muito carinho. Minha mãe foi professora do pré-escolar durante muito tempo. O Pio XI me ensinou muito, preparou-me para a vida e hoje estou muito satisfeito profissionalmente. Lembro-me com carinho de todos os professores e das Irmãs Maria, Marina, Salute, Clara, Jussara e de tantas outras. Um beijo enorme a todos vocês!!!

Sheila

 

Estudei no Pio XI de 64 até 69. Naquele tempo, existia o curso de admissão. Gostava muito de estudar nesse colégio. Lembro-me das irmãs Marcelina, Daniela, Sandra, Emiliana e de dona Marta, que era noviça e foi minha professora no 1º ano.O estudo era excelente; tive ótima formação e me orgulho de fazer parte dos alunos que passaram por essa instituição de ensino.

Júlia Vianna

 

Estudei no Pio XI durante 6 anos, da 3ª série a 8ª série. Foi muito bom os anos da minha vida que passei lá, inclusive porque fiz grandes amigos que vou levar comigo para a vida toda!! Beijos e obrigada por tudo!!

Bárbara Spetseris

 

"Para conquistar coisas importantes, devemos não apenas agir, mas também sonhar, não apenas planejar, mas também acreditar”.
Por acreditar, hoje faço parte de uma equipe maravilhosa. Parabéns a toda a equipe Rede Beneditina/Instituto PIO XI!

Kamila Percico Oliviero

 

Estudei no PIO XI durante um ano, e esse ano mudou a minha vida, pois no PIO XI aprendi diversas coisas , e progredi , sai por motivo de mudança de trabalho dos meus pais, mas tenho em minha mente as lembranças, o aprendizado e a amizade. Sinto muita falta dos professores, pois eles são muito competentes, e é tão difícil arranjar professores assim hoje em dia.
Beijos e obrigada pela base e pelo ensinamento que o Instituto Pio XI nos dá.

Adriana Albuquerque Amaro

 

Estudei no Instituto Pio XI de 1995 a 2000. Sinto muitas saudades de tudo o que vivi nesse colégio e de todos os que conheci. Saudades dos Professores Dino, Erenice, Alex, Regina, Osmarina, Mára, Fátima, Júlio, Irmãs Jussara e Salute, do Cláudio inspetor, do tio Zé da cantina, da Isabel Cristina psicóloga... Nossa, são muitas saudades; foram anos maravilhosos que vivi com essa família. Obrigada por toda a base e ensinamentos.

Juliana Nascimento Fernandes

 

Estudei no Instituto Pio XI desde 2001 e só sai por motivo de mudanças de trabalho dos pais em 2005, mais carrego comigo todos ensinamentos, diciplina que sinto muita falta hoje, pois é muito difícil um colégio com as diciplinas do Instituto Pio XI... Bjs a todos e muitas saudades.

Leandro Mesquita de Almeida

 

Minha vida era essa escola, apesar de eu ser um aluno super indisciplinado eu amava esse colégio e tenho saudades até hoje.

Leandro Pereira Cespes

 

Estudei no Pio XI na maior parte da minha vida e só tenho a agradecer por todos que nele atuam, pois foram importantes para minha vida e para o meu crescimento. Abraços.

Fernanda

 

Estudei no Pio XI de 1985 a 1998, e só carrego boas lembranças. Até hoje me lembro das orações matinais com a Irmã Maria... outras que não saem da memória são as Irmãs Salete, Jussara... Os professores então... parece que os ouço falando comigo. Aos alunos, um grande abraço.

Bruna Camarotti

 

Estudei no Pio XI nos anos de 1991 a 1994. Sai do colégio na 1ª série,  porque vim morar em Fortaleza-Ce. Tenho muitas fotos e recordações maravilhosas dos meus primeiros anos de ensino. Muitas atividades educativas e culturais. Tia Margareth e Cláudia. Hoje, sou Enfermeira, formada na Universidade Federal do Ceará em 2010.1 Saudades de Ramos!!!

Júlio Parada

 

Estudei no Pio XI de 2001 até 2008. Fiz da 1ª série até o 9°ano, foi sem dúvida muito gratificante. E valeu a pena todas as vezes em que fui punido, suspenso, que meus responsáveis foram chamados... A escola ensina algo que hoje em dia está muito perdido: disciplina. Disciplina, obediência e respeito. Se hoje eu sou o que sou, com certeza devo muito ao Pio XI, que foi sem dúvida uma fase muito importante da minha vida.

Yasmin Pimentel Mainoth

 

Nossa, eu estou com muitas saudades do Pio XI. Se Deus quiser ano que vem eu volto. Tem dias que choro com saudades dessa escola maravilhosa. Eu estudei no Pio XI desde 2006 até 2009 e espero estar ai em 2011. Amo vcs, bjs da sua ex aluna Yasmin Pimentel Mainoth

Luiz Eduardo Cabral

 

Estudei de 1969 a 1975 e era conhecido como "Caral". Tinha o rosto cheio de sardas. As festas juninas sempre foram o ponto máximo e todos os anos eu fazia parte da quadrilha. A Irmã Emiliana era a diretora da época e tive as professoras Silvia, Tereza, Glória, além das Irmãs Carmelita, Fátima e Irmã Humbertina. Sempre me lembro com muito carinho do Pio XI e fiz algumas amizades que até hoje tenho contato. Desejo a todos os ex e atuais alunos muitas felicidades.

Livia Carvalho Ribeiro

 

Sou ex-aluna do Ensino Fundamental; estudei no Pio XI até 1994. Cursei Magistério no Colégio Estadual Heitor Lira e prestei concurso em 1994. Formei-me em Nutrição pela UNIRIO-2001.
Vejo que talvez faltem coordenadores cristãos humanistas para a área de saúde, como freiras atuantes. Infelizmente, não sinto esse tipo de atividade no Hospital da Lagoa.
Faço medicina na UNIGRANRIO, e lá também tenho o mesmo tipo de dificuldade em prosseguir no diálogo com os professores que não são médicos.
Digo-lhes que esse Instituto é bastante acolhedor. Recordo-me da alegria de ter participado da festa da chegada do Papai Noel com a Xuxa, no Maracanãzinho.
Hoje trabalho na Prefeitura de Caxias, no Hospital Ismélia da Silveira e posso receber visitas, o que me causará  bastante alegria.
Muito obrigada a todos pela atenção..

Hilton Ribeiro da Costa Filho

 

Estudei no Colégio Pio XI no final da década de 50 e início da década de 60, acho que terminei em 63 ou 64 o primário de onde trago preciosas lembranças. Nasci na casa ao lado do colégio, no número 85, onde hoje não existe mais o prédio e vi as transformações que este colégio passou durante algumas décadas. Meus pais também estudaram neste local desde quando o diretor era o Padre Barros e as professoras Dona Francilina, Dona Ilza e outras. Devo muito as irmãs Cecília e Angela a minha formação de caráter e intelecto, pois realmente professoras como elas infelizmente não existirão mais. Vivi emoções inapagáveis que deixaram marcas esplêndidas em minha vida como a queda do avião Viscount da VASP que caiu nos fundos do colégio e quintal da minha casa em dezembro de 1959. Local inclusive onde me apresentei com minha primeira banda, onde tinha mais ou menos nove anos de idade, acompanhando o cantor Zé Keti (Tanto riso, ó quanta alegria, mais de...). Meu apelido na época era "pipino" colocado pelas freiras italianas com que convivi. Agradeço a DEUS por tudo que ELE me proporcionou nesta instituição, pois, minha formação intelectual e religiosa foram tesouros que carrego com muito orgulho até os dias de hoje.

José Perrota Filho

 

Estudei no Instituto Pio XI entre os anos de 1990 e 2002. Ou seja, foi minha única escola nos ensinos fundamental e médio. Depois, em 2003, entrei para a UFRJ, onde me formei médico em 2009. Minha atividade atual é a de médico-residente do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (Fundão).
Agradeço ao colégio pela base que me deu e pelo carinho que tiveram e têm para comigo.
Abraços e que Deus abençoe a todos!